sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

O Epitáfio de Filomeno (Contos de Warte)






Morreu Filomeno de Jesus da Silva. Seco, enrugado, encovado, macilento, quase crocante e quebradiço ao toque. Não que alguém tenha insistido em tocá-lo em seus últimos momentos, mas esta era a aparência de alguém que, ainda em vida, estava 99,9% mais próximo do Reino Mineral do que do Reino Animal. Havia meses que estava clinicamente neste estado. Talvez desde o nascimento ele vinha se achegando ao Reino Mineral com uma insistência bubalina. 

Essa intimidade com o mundo mineral podia ser percebida, por exemplo, em sua atávica atração por fósseis e pedras. Colecionava-os desde a mais tenra idade. Nenhum de seus fósseis, no entanto, foi capaz de resistir às intempéries e sobreviver o tempo suficiente para assistir ao desenlace de seu quase inorgânico possuidor: viraram pó muito antes de Filomeno vislumbrar o portal da mineralidade. Ele viveu anos sem conta, começando como uma diáfana mas insistente nuvenzinha de poeira levantada por fraco sopro de vida. Entretanto, este universo é certeiro e nada escapa do destino de chegar a um fim em sua forma de ser, e Filomento estava havia muito em vias de deixar de ser a si mesmo, de ser aquela forma de se exercer numa longa e lenta intenção de consolidação e de transição de pó para gente e de gente para um arenito, um granito ou um andesito. Entretanto, só havia conseguido chegar, quando do derradeiro suspiro, a um frágil, friável e esfarelento torrão mal consolidado. Nunca haveria de aceitar polimento, nunca seria esculpido, não serviria nem de calço de algum sofá de pé quebrado ou mesmo de uma pedra em uma improvável intifada. Não serviria para nada. Quando muito, se esquecido num leito de enxurrada, seria aos poucos levado ao mar como uma diluída pitada incapaz de salgar o que quer que fosse. Tanto tempo para um fim tão pífio.


Filomeno morreu disso: de tanto exercer a si mesmo como uma frágil intenção entre Reinos.

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

A dança pode ser a busca da felicidade dos Desenganados.

Em uma noite que no meio dela foi um pouco chuvosa, mal sabia eu que tinha chovido. Mas foi uma grande noite, algo para se lembrar pro resto de uma vida pois conhecer pessoas novas é sempre bom, mas o melhor é conhecer uma bela mulher principalmente que se respeita e se limita onde pode se pisar sem precisar fazer da vida algo chato.
Meu grande Pai sempre me dizia que um verdadeiro homem tem que ter três coisas nessa vida, um terno, saber dançar e uma cerveja para brindar com seus verdadeiros amigos, o resto a mulherada
vem de encontro.
Bom o terno eu terno, saber dançar procurei aprender da melhor maneira possível e cerveja e bons amigos ahhhhh isso é a mais pura verdade.

Mas a lição desta noite é saber que nem sempre a vida é uma “pegação” como ocorre hoje em dia, você querer dançar com uma bela mulher  nunca será o motivo principal de você querer dar uns “ flaps ene jabs” com ela, lógico você por ser homem terá uma atração carnal por ela mas nem tudo nessa vida se pensa com a cabeça de baixo, e simplesmente é a vontade de se divertir enquanto a música toca com uma pessoa legal.
E depois de um copo de cerveja deixado na mesa, uma música e uma dança você percebe que hoje em dia as pessoas deixam de se divertir por um pré-conceito  besta, era simplesmente uma dança e ser feliz da melhor maneira possível.
Mas o melhor de tudo é a bela mulher aceitar o seu convite mesmo ela sendo comprometida em um lindo amor, e ela deixar explicitamente isso mas querer se divertir em uma dança sem compromisso pois o verdadeiro sentimento que envolvia este momento é a vontade de ser feliz.
Oswaldo Montenegro já dizia, “ Quem não houve a melodia acha maluco quem dança”.
Disso tudo vejo que sortudo é aquele que tem alguém pra dançar, mas mesmo  quem não tenha muita, calma nessa hora pois não é o fim do mundo. Você pode ser como a borboleta, pois ela na minha visão é uma flor que o vento tirou para dançar.
Acompanhado ou não você pode dançar e ser muito feliz, basta querer. 

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

O playground da vida


     Hoje pela manhã mecanicamente acordei, tomei o café da manhã, vesti-me e fui ao trabalho. Seria mais um dia, ou um dia a menos, na minha vida não fosse pelo fato de no meio do caminho meus olhos se fixarem num playground no meio de uma praça. Um velho e colorido playground. Ele sempre esteve ali e nunca me chamara atenção, porém hoje haviam três crianças tentando escalar um brinquedo: A primeira estava assustada com o tamanho do brinquedo e com receio de escalá-lo; A segunda estava entrelaçada nas entranhas da estrutura e se esforçando para não cair; e a terceira estava no topo do brinquedo, com os braços abertos, sorrindo e acenando para quem estivesse próximo. Fiquei hipnotizado pela cena e, por breves minutos, sai da rotina e divaguei...  
     A vida, o ano, ou mesmo o dia é um playground. E como de um olhar de uma criança podemos encará-lo como um monstro, um brinquedo, um desafio. Vários caminhos podem ser tomados, inúmeras possibilidades podem ser feitas, o sucesso e o fracasso andam lado a lado. Você pode escolher escalá-lo ou não. O tamanho da queda é proporcional ao risco? E após o impacto? Será capaz de levantar novamente? Ficará com sequelas? A coragem de dizer não também é um aprendizado.
     Mas às vezes certos riscos e atitudes são necessárias para que se possa transcender seus limites e chegar ao desconhecido: o topo do maior brinquedo do playground, um mundo novo com mais mil caminhos a serem tomados. Certamente estaremos expostos a mais dezenas de outros riscos. Arriscar e errar faz parte do caminho da vida, mas devemos aprender e ser sensatos com nossos erros, nunca subestimá-los, ponderar nossas escolhas. No caminho da vida você vai cair pra poder aprender a se levantar e você vai tropeçar pra aprender a firmar seus passos...
     Aquele garoto, às 07:30 da manhã, já alcançava um objetivo do seu dia, e gozava totalmente de tê-lo feito.
     Hoje, no topo do brinquedo mais alto do meu playground tem uma cerveja e uma piscina, ...   amanhã quem sabe...


Segue o rock...

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

O príncipe, o cavalo branco e a malukete de salto alto.

É com alegria que esta banda trajada de havaiana  publica nesse humilde blog o texto de nossa grande amiga e sócia Cintia Rigui. Finalmente um toque feminino em um dos assuntos que mais tratamos aqui. Seja bem vinda Lorão!



O príncipe, o cavalo branco e a malukete do salto alto. 
(por Cintia Rigui)

Vivemos em um mundo que mesmo não acreditando em contos de fadas, tendo a certeza de que eles são apenas ilusão, na grande maioria das vezes queremos, sentimos a necessidade de nos colocarmos em um. No relacionamento à dois, por exemplo, cometemos sempre o erro de nos imaginar em um “conto de fadas”, daqueles em que esperamos sempre “o príncipe encantado” ou a princesa, chegar em nossas vidas. Não, pêra! Tá errado! Fomos criados vendo os tais contos de fadas e educados de uma forma que talvez acreditamos que isso possa realmente acontecer, e não acontece! Baseados nisso é que sempre erramos, colocando no outro o motivo e a razão de nossa felicidade, jogando nas costas do outro a missão de nos fazer feliz... Tá errado de novo! Na minha humilde e loira opinião, experimentar nem que seja por uma única vez na vida, amar alguém como se te fizesse entender o que é ser livre, aí sim, acredito que nesse instante você poderia estar “vivendo um conto de fadas”. Aquele papo de fidelidade, saca? Fidelidade é jurada ao outro. E a lealdade? (Prefiro ela, Rs’). Lealdade não se pode ser jurada, só pode ser oferecida, fidelidade, é obrigação. Lealdade é uma escolha. Fidelidade é cobrança, lealdade é princípio... Lealdade é entrega, enquanto fidelidade é apenas uma função social. Sendo leal ao outro, não tem necessidade de cobrá-lo, poderia talvez, tentar impor alguns princípios, respeito por exemplo que por muitas vezes pode até ser confundido com ciúmes e não é! Querer exigir do outro o seu respeito, não é errado, tendo em vista que suas atitudes também devem estar de acordo com aquilo que se quer propor de fato. Aquela amiguinha abusada, ou amiguinho folgado, saca? Então, impor esse certo respeito diante de você é mais do que sua obrigação e deve ser feito, sim. Deixa as claras aquele papo de que “Ta bagunçado, mas tem gerência...Rs”. Afinal de contas, você está sendo representado pelo outro quando resolve encarar uma relação séria e de sentimentos. Na grande maioria das vezes, penso que uma fórmula perfeita de relação à dois, não existe e nem nunca vai existir, o que pode existir e é nessa que eu acredito, um modelo a ser criado por você e pelo seu parceiro (a), mas quando não, quando ele é criado “por aí”, tentam de todas as formas te enfiar guela abaixo, aquele outro modelo rotulado, sabe!? (como diria meus amigos, J. e Héctor, “corre que é cilada”. ) Como se existisse um padrão a ser seguido, ou uma meta de como devemos nos portar, talvez até postergando nossas individualidades e a complexibilidade da nossa natureza... Esse modelo, eu, linda e loura que sou, prefiro nomear como: “Poço de frustrações”. Na vida real, não existe um roteirista e muito menos um diretor que entende tudo o que acontece dentro de você, te manda parar e começar a cena novamente... Não, na vida real, ele não existe! Bem, com isso tudo e tendo em vista que tenho 2 Ice trincando me esperando na minha geladeira, que “deixamos” da última balada, concluo assim, que: Desde pequenos somos ensinados a acreditar cegamente em uma tal felicidade inexistente, daquela bem falsa mesmo, enquanto perdemos tempo com isso, poderíamos estar desfrutando daquela que está bem ali do nosso lado, e que nem sempre somos capazes de perceber, sabe porquê? Por que, simplesmente nos preocupamos demais em mostrar para outras pessoas aquilo que nunca fomos, nessa coleção de elementos, o tal conjunto da obra. E não atreva-se a pensar que não passo de uma solteirona metida a pseudo-moralista/intelectual, porque não, eu não sou e me encontro no mais puro gozo da minha liberdade de amar...   

Cyz Rigui *-*

E segue o rock !!!
em cima de um salto alto!

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

O Homem, a evolução e tudo que já não importa mais.



O homem em sua evolução gigantesca, em tantas glórias alcançadas em suas batalhas travadas desde o seu nascimento em busca de assegurar a honra e o poder de um povo e na sua busca frenética por respostas provou que nós vivemos em um planeta chamado Terra. 
Que o nosso corpo é a máquina mais perfeita que existe. Com tristeza assegura que o nosso cérebro ainda é um grande mistério longe de ser desvendado por completo.
O homem criou a arte da cura e a chamou de medicina e espera superar a morte com sua arte.
O homem criou a tecnologia e a colocou em tudo e não dorme tentando aperfeiçoá-la diariamente. 
Esse ser humano incrível a frente do seu tempo só se esqueceu de uma coisa. Dele!

Ele se afastou da vida e deixou o rock com os amigos de lado. Os seus amores agora são para ele um câncer, algo a ser repelido, algo que ele não consegue administrar com seus grandes inventos e sofre a cada perda. Ele menosprezou a música e amaldiçoou o bom e velho blues. 
No seu laboratório tenta provar que apaixonar-se faz parte do que ainda é mistério dentro do cérebro humano mais já pode afirmar que isso é uma doença. Quando sente saudade de alguém toma algo que o faça dormir porque acha estranha a sensação que aquilo ocasiona no seu organismo. Evita o abraço porque acha que é algo que pode torná-lo vulnerável.
Acredita que o beijo é sim o grande mal do século e a Alma é um personagem que foi criado no circo para atrair o público. O sexo...bom este é um assunto morto e enterrado.

Este mesmo homem há tempos atrás criou uma fabulosa invenção capaz de ser diferente e mesmo assim conviver. Capaz de se emocionar, de sentir saudade e mesmo assim tocar em frente. De rir de nada e se confundir com tudo. De se multiplicar e dividir-se. Uma máquina capaz de morrer de amor e do amor ressuscitar e morrer novamente, capaz de olhar para frente e de ter fé.
Ele chama essa máquina de "Vida" mais acha que ela não faria sucesso no mercado então a guardou em uma caixa de papelão e a deixou na parte de cima da estante velha e empoeirada da garagem do laboratório. Decidiu apostar na solidão e na depressão. 
Mês que vem eles deverão estar sendo vendidos nas farmácias de todo país.




Segue o rock!!!


segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Buscar o caminho da felicidade sempre foi a melhor opção.

Hoje mais um dia em que escreveria páginas e páginas sobre o lado bom da vida, e ainda em saber que a busca pelo caminho da felicidade a cada dia que passa é a melhor opção.
Você querer e desejar algo bom já é motivo para a vida ter sentido, agora você realmente e literalmente ir atrás, tomar a atitude pode ter certeza meu caro a felicidade virá mais rápido que o normal.


Estamos hoje em um mundo complicado onde divisões de pensamentos destoam a cada instante, mas são pensamentos de situações que acabam indo contra os bons princípios e nem por isso precisamos buscar algo que não queremos ou que não nos faça bem.
Agora o que realmente podemos buscar é fazer o bem, é ir de encontro a felicidade e a prática de boa ação, sendo assim, cativamos para nos mesmo tudo o que se define como coisa boa nesse mundo.

Nos dias de hoje praticar coisas boas e ter ao seu lado a pessoa que você gosta pode ser a melhor coisa desse mundo, por isso se dê a oportunidade de ser feliz pois ninguém é perfeito até mesmo que aquele ato tenha sido o mais terrível e injusto do mundo, acredite sempre nas pessoas boas e de bom coração, um dia pode ter certeza que você será muito bem recompensado com as alegrias e harmonias ao seu redor pois o que plantamos hoje colheremos no amanhã.





E lembre-se jamais deixe que sua felicidade dependa dos outros, ninguém deixaria de ser feliz por você. Pois a felicidade pode ser igual a borboleta, quando você quer agarrá-la, escapa. Mas se você sentar-se sem inquietação, ela pode pousar em você.

domingo, 5 de outubro de 2014

Ver a “ex” feliz e acompanhada é felicidade ao quadrado.

Caros amigos deste Circo do Desengano, hoje seria um dia de escrever um livro de muitas páginas e não um texto, mas como preciso me conter nas palavras pois um texto muito extenso seria algo não muito chamativo e atraente para este blog.
Hoje é um dia feliz, hoje foi o dia de ver a “ex” sim sim “ex”  em todos os sentidos,   a que poderia ser minha futura esposa, futura companheira em compartilhar um espaço no armário do banheiro com nossas escovas de dentes ou até mesmo a que poderia ser um atraso de vida. Bom isso na visão de cada um tudo tem uma forma de se ver essa situação.
Mas na minha meus amigos Desenganados hoje foi um dia feliz, foi uma situação de ver sua “ex” contente e acompanhada ou melhor dizendo muito bem acompanhada, digo isso pela sua postura e um pouco de nariz empinado e isso é normal em uma mulher segura e que sabe o que quer da vida, creio eu.
Mas meus amigos é difícil expor  tamanha alegria em saber que o que eu sempre desejei aconteceu, pois  nessa vida aprendi que precisamos tomar cuidado com o que desejamos, certamente nem sempre estamos prontos para aquilo o que eu digo de querer se realizar, então tenha cuidado com o que você deseja.
Mas ver aquela pessoa, mulher, ex-namorada feliz e muito bem acompanhada não tem coisa melhor. A não ser que esta noite esteja regada a muita cerveja gelada e um bom AC/DC  ai a noite está completa.
E isso eu chamo é de desejo realizado, pois saber e ver que a pessoa amada por sua pessoa está feliz não tem preço, é melhor que ganhar uma bala do Papai Noel na semana do Natal, sério meus amigos isso sim eu chamo de desejo realizado pois o que eu realmente quero é que a pessoas que eu amo sejam eternamente felizes perto ou longe de mim seja ela quem for.
Pois um dia se eu amei pode ter certeza que mesmo com todos os defeitos sempre será uma pessoa de bom coração e isso nessa vida certamente  terá um valor fundamental , onde realmente saberemos que tudo o que vivemos  um dia fará sentido e terá ligação em nossos desejos, realizações e ações.

Hoje escrevo este texto e não irei  anexar uma imagem, pois tenho absoluta certeza que não acharei algo que possa definir tamanha alegria em minha vida, achar minha alegria em uma imagem seria a mesma coisa que tirar um foto do meu sorriso neste momento.
Melhor você mesmo imaginar este momento, acho muito mais sensato e sereno da sua parte.

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Os Malukos da Havaiana também é Bandas e Fanfarras.

Ahhh meus amigos desenganados e desenganadas, esta noite não é uma noite para se dormir. Hoje é um dia que certamente escreveria um livro, é a realização de um sonho.

Um sonho em que no meu ponto de vista nada superou ele, nem mesmo um romance e as namoradas  ciumentas vividas neles, ou até mesmo a falta de dinheiro, e mesmo assim a força de vontade que foi superada a cada dia.
Hoje dia 26SET14 é um dia pra se marcar na história juntamente com o dia 10SET14, assim será a realização de mais um sonho de dois adolescentes em se tornar membros de duas Corporações fortes e tradicionais deste mundo.
Já realizamos um sonho em estar de corpo presente e tocando algumas notas juntamente com a FACMOL de Pereira Barreto-SP simplesmente uma das maiores fanfarras que já existiu nesse mundo  e hoje  é mais um dia de consagração, pois estaremos juntos com a Banda Marcial Municipal de Mirandópolis-SP, sim a BM3 onde com muita dedicação estaremos de corpo presente e sem nenhuma preocupação para demonstrarmos todo o nosso valor que já algum tempo foi colocado a prova e mesmo que seja no amor e também no mundo das bandas e fanfarras.
Hoje como comentei com meu amigo J. é um dia para chorar de alegria e como sempre vivemos
intensamente, invista no seu sonho e acredite no seu ideal. Mas sem excessos pois esse sonho não poder tirar sua razão de viver.
Pois uma apresentação com a melhor banda e fanfarra do mundo vale mais que muito dinheiro por ai e realmente pode te fazer muito mais feliz e vivo.
Um verdadeiro sonho vale muito mais que um romance ou um engano, pois é desenganado que você irá realiza-lo e nesse caminho verdadeiros amigos e amores estarão ao seu lado sem querer te desanimar dessa caminhada ou ao menos te derrubar.

Nesse sonho os verdadeiro estarão juntos compartilhando e contribuindo da melhor maneira possível.

E pode ter certeza que esse sonho é tão verdadeiro que até mesmo uma despedida de solteiro do melhor amigo aqui vivido pode ser mudada essa data que será épica para essa banda trajada de havaianas.

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Um Maluko da Havaiana pode te surpreender com sua história de amor.

E aqui estamos nós, refletindo sobre mais um dia nessa vida maravilhosa que levamos, sim sim maravilhosa. Se a vida não está boa pra pensar assim, meu amigo é hora de mudar a forma de enxergar pois do resto é só tomar uma cerveja e ir tocando da melhor maneira possível.
Agora me vejo na seguinte situação, um dos meus melhores amigos vai se casar, sim um dos
membros dessa banda trajadas de havaianas, irá juntar as escovas com sua digníssima.

E agora?
E aquela cerveja no bar do Vandão sem compromisso? E aquele famoso café,onde colocamos todas as nossas ideias em mesa e assim vamos conquistando um espaço nesse mundo gigante, como vai ser?
Calma companheiro, nessa banda uma palavra que sempre levamos a sério é amizade e confiança, pois nós sabemos o que estamos fazendo e principalmente temos em mente o que um membro faz. E esse meu amigo está trazendo uma companheira para contribuir com a filosofia dessa banda que nunca pode parar, e que até mesmo futuramente pode mudar com uma simples ideia a vida de uma comunidade afastada de Corumbá – MS e poder levar até esse povo sofrido um pouco de cultura e de música para ter mais alegria em suas vidas .
E hoje vejo que a amizade que construímos verdadeiramente,  pode ter certeza que essa nunca se
abala e seja lá qual for o motivo, a consistência dela a cada dia se fortalece.
A você que talvez como eu nesta madrugada estás a pensar em seu circulo de amigos, poder começar a abrir uma cerveja e brindar pois não tem coisa melhor que ter bons e verdadeiros amigos ao seu redor e principalmente sentir a força dessa amizade em um simples gole.

A você meu grande amigo que irá se casar, nós estes Malukos da Havaiana desejamos muito sucesso e principalmente aqui fica registrado a experiência e realmente uma história de amor muito bonita que você com seus encontros e desencontros  nos transmite e nos mostra que realmente que em uma mesa de buteko existe amor.

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Uma grande ideia pode vir da sua origem.

Uma grande ideia

A grande ideia pode se basear em um dia ocioso, cheio de ilusões, onde o calor dessa terra não te faz pensar em nada  a não ser naquela cerveja gelada depois do dia.
Mas nessa mesma tarde o incentivo de um café com um grande amigo pode surge muitas coisas e também te fazer enxergar algo  mais na vida.
Em uma conversa esse grande amigo te mostra a história dele e da sua futura esposa em um texto, e escutando ele ler aquilo que ele escreveu te faz ver uma vida diferente, ele transmite a alegria de um grande momento da vida dele para você que no caso sou eu rs.
Mas é no café que surge a grande ideia, depois de alguns goles e conversas sempre focando na filosofia de buteko dos Malukos da Havaiana, chegamos a um caminho.  O caminho do bem, de tentar fazer o bem, produzir ações para uma mudança mesmo que ela seja mínima nesse mundo tapado e encaminhado para a ilusão do nada.

O resumo que chegamos no final do dia de hoje é produzir, é buscar um novo amanhã mesmo que essa ideia seja fora do normal, devemos sempre acreditar nos nossos ideais e nunca esquecer das nossas origens pois é baseado nela que pode surgir uma grande ideia.

Agora resumindo mesmo 1+1 na teoria do amor é café expresso, e café expresso é motivo de surgir uma grande ideia.

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Fiquei com o seu melhor.




Eu estava ali... Na segunda rua parado sem rumo.

Ela chegou...

O vento perdeu a direção e começou a dançar próximo de onde ela passava. Tentavam trazer o perfume que a muito tempo não sentiam, era seca e as flores não perfumavam aquele lugar a muito tempo.
Não via à hora de te dar bom dia, só assim, mesmo que por alguns segundos olhava em seus olhos e me alegrava. Olhos escuros que brilhavam como o sol. Parecia um abraço.
À noite parecem de prata. Quando me olham pareço estar numa tempestade.

Lindos como um final de tarde.

E como não se bastasse ainda sorriu... Meu Deus...

Confesso que a timidez me abaixou a cabeça mais rapidamente a ergui, não podia perder aquilo por nada. Demorei horas pra me aproximar. Parecia que tudo tinha parado ao seu redor.
Quando ela sorri posso escutar o mar a quilômetros daqui e isso me traz paz.

Queria ter a sorte de ser como todos eles são, gostar do que eles gostam, falar como eles falam e possivelmente mentir como eles mentem.
Perco e acabo pecando por pensar muito. A minha vida inteira foi assim. Penso muito em tudo que faço ou desejo fazer pra quem é importante pra mim e aí acabo no final da fila. Tudo isso me habilita não ter chance alguma com você.
Mais a sensação que tenho quando, por sorte, passo na mesma rua que você e vejo seu olhar ou quando com muita sorte você me sorri nenhum deles vai ter.

Na verdade faltou sorte a eles.
Eles não te vêem com eu te vejo. Eles não te enxergam como deveriam.
E isso me habilita ter seu sorriso pra sempre.
Acho que fiquei com o melhor de você.


“Veja o sol dessa manhã tão cinza
   A tempestade que chega é da cor dos seus olhos
  castanhos.”
                                      Legião Urbana - Tempo Perdido

Segue o rock!


sexta-feira, 15 de agosto de 2014

O Blues pode buscar o Roll antes do Rock na sinuosidade de uma mulher.

O Blues procura mais a curva do quadril
É a sinuosidade
É a coisa mais lasciva
É mais o eu e você, você e eu




É aquilo que não se explica, pois simplesmente é dizer venha aqui que vou te mostrar algo diferente
É o surpreender sem esperar, e é surpreender com muito prazer
O Blues é cativante, ele é tão cativante que faz a mulher querer te fazer um belo jantar
Blues é sinônimo de agrado, e agrado a qualquer hora é bem-vindo
Qual mulher que não gosta de blues, de fazer e receber um bom agrado?


O blues é o verdadeiro amor entre um homem e uma mulher
É o amor lascivo, cativante e ofegante
É o verdadeiro amor dedilhado nas cordas de uma guitarra
É impulsionado pelo ritmo de uma bateria 
E o compasso rítmico de um contrabaixo




O Blues é o gingado e rebolado de uma mulher querendo ser amada, mesmo que seja por alguns instantes
O Blues não espera, ele faz acontecer
Da mesma forma que Brasília foi planejado de acordo com as curvas da mulher brasileira
O Blues é tocado por inspiração de uma mulher  querendo ser amada ao som de uma boa guitarra

O Blues não pega ele desapega
E de tão apegado ele engana
Do engano ele Desengana
E quando o Blues te Desengana surgi o Desenganado

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

O ato de recomeçar.

Nessa vida ao longo dela vamos vivendo, adquirindo conhecimentos e experiência, e sempre conhecendo pessoas novas e também cultivando aquelas boas amizades que nos fazem tão bem e que o seu maior desejo é ter todas elas pro resto da vida.
E nesse caminho também iremos conhecer pessoas que por algum motivo nos daremos bem e que também as ideias não irão bater, e no caso de ser um homem e uma mulher você pode  até se relacionar com ela. E tendo um contato mais aproximado existem as variáveis altas e baixas disso tudo acabar bem.

Agora iremos para um rumo da vida em que você teve uma amizade que deu certo até onde tinha que dar e logo em seguida você não tem mais uma amizade pois as pessoas nem sempre pensam igual e acabam discordando da vida, e nesses casos de homem e mulher um não conversa mais com o outro.
Uma vez em uma mesa de butéko conversando com um  grande amigo cheguei a conclusão que pelo caminho temos grandes afetos e pequenos desafetos mas nem por isso nos fazem ser pessoas ruins. Mas percebo que como temos um bom coração esse desafeto nos faz carregar uma sensação ruim pro resto da vida ou até o momento em que você resolve tomar a decisão de resolver esse impasse na sua vida.
Ai meu amigo é aquela sensação boa e do bem. É onde você percebe que  aquela mágoa do que passou está sendo preenchida por amor e felicidade e tudo isso pelo simples motivo de pedir o perdão e principalmente perdoar e na melhor forma de dizer ao jeito Malukos da Havaiana de viver é sentar numa mesa de butéko, pedir uma cerveja e dar boas risadas.
Caros amigos acompanhantes e muitos que são os artistas principais do Circo do Desengano, nessa vida o que realmente vamos levar pro outro mundo quando partimos para uma melhor é a nossa inteligência e boas amizades, resumindo é tudo aquilo que ninguém pode tirar de nós e isso sim serão  tesouros que temos que arrecadar.
Agora como uma lição de vida, não existe sensação melhor do que poder resgatar uma amizade esquecida por ai. Ter notícias boas, mandar um abraço e também contar uma piada independente se foi uma ex-amizade ou um ex-namorico.

Poder se dar a oportunidade de preencher uma mágoa em seu coração pode ser considerada a melhor ação dos últimos tempos em sua vida e isso sim será trazer mais luz e alegria pro seu dia-a-dia.

Por isso busque alegria no seu dia, fale um bom dia e retribua um sorriso de uma criança, conte uma piada, seja gentil com a senhorinha simpática e principalmente se dê a oportunidade de resgatar algo que te faz bem.

domingo, 10 de agosto de 2014

O que faz você feliz?


Eu confesso que a música do Pão de Açúcar não sai da minha cabeça. Faz dias que tento cantar alguma coisa diferente ou mesmo colocar algumas palavras a mais nessa canção, mas não dá. E claro me fez pensar no que me faz sentir feliz.

Fui tentar primeiro na mensagem sublimar na minha cabeça. E descobri que não é comprar Pão de Açúcar. Tentei em outros mercados. Até comprei um sapato boca sim novo em um tom azulado. E também não deixou meu dia azul.

Ai os prazos começaram a me puxar pelo pé e voltei ao meu trabalho. Descobri que escrever coisas que poderiam ajudar o mundo. Pensar em modelos novos de sustentabilidade. Ir conversar com pessoas que moram a não menos que 10 horas de barco da cidade mais próximo. Pode morar fora do país por um tempo. Até ajudar na captura de bichos selvagens. Basicamente o meu trabalho. Tudo isso eram coisas que eu faria mesmo que de graça. E isso me fez sentir feliz.

Nesse intuito que a Monica escreveu o livro "Reduzir a Jornada de Trabalho para Ajudar nosso Planeta?". A ideia não é apenas discutir menos tempo no trabalho. Mas o que fazer com esse tempo. Onde vale mais a pena despender a sua folga. Em um lugar que possamos sentir como cidadãos e relaxar embaixo de uma árvore? Ou em um outro que somos apenas compradores? O que você vai levar dessa vida se não apenas um terno novo? Você já realmente pensou o que faz você feliz?
Indico muito a leitura do livro!

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Vai em frente meu amigo!



A vida não é fácil para ninguém. Já andei muito por ai e não conheci um só ser humano que não tenha tido problemas. Até mesmo meus cachorros têm problemas. Isso faz parte da vida. Não ache você, que os seus são maiores que os dos outros. Não ache você, que os seus são mais doidos do que os dos outros. E principalmente, não ache você, que os seus são mais importantes. Porque todos temos problemas. A vida é cheia deles. E cada um interpreta os seus problemas de um jeito. E acha o que quiser deles.

No entanto, dizem que diante do problema existem duas soluções. A primeira é o desespero. A segunda é a criatividade. Mais ou menos assim, como o homem não conseguia voar foi lá e inventou o avião. Resolveu em partes o seu problema.

Assim, vá em frente. Não pare na pista. Sempre vai se cedo para você se acostumar. Não ache que os seus problemas são maiores do que os dos outros. Sempre haverá alguém com problemas piores. Não ache que você tenha sofrido mais do que alguém que sorri o dia todo. Acredite sim que ele ou ela conseguiu olhar o copo meio cheio e não meio vazio. Eu sei que não é simples. Mas o exercício de se colocar nos sapatos do outro e entender o que ele ou ela está passando é fundamental. O exercício de sorrir mesmo que esteja triste. Pois o poeta já dizia: gentiliza gera gentileza. E o contrário também é verdade.


Por isso se você quer o seu mundo melhor. Sorria, ria, faça o seu dia, a sua vida um período mais gostoso. Te garanto que você vai gostar.